The Shorter PROMIS Questionnaire

Brought to you by
PROMIS logo

Questionario A: Questionario PROMIS (SPQ)

Neste questionário, alguns termos são usados com significados muito específicos.

  • Tabaco, engloba o próprio tabaco, cigarros, cigarrilhas, snifar, maços de tabaco e pastilhas de nicotina..
  • O termo drogas engloba, cannabis, heroína, cocaína, LSD, cogumelos mágicos, anfetaminas e outros estimulantes.
  • No que se refere ao termo medicamentos prescritos ou não pelo médico estes incluem toda a medicação que altera o estado de humor, especialmente tranquilizantes, anti depressivos, comprimidos para dormir, para a tosse, para a dor, para constipação, para emagrecer e anti-histamínicos.
  • O termo cafeína engloba café, chá, chocolate, Coca-Cola e limonada.
  • Trabalho inclui o próprio trabalho, hobbies, interesses, cultos e ceitas.
  • Os termos jogo e negócios de risco englobam investimentos em propriedades, acções, seguros e outros negócios de risco.

Cada pergunta é cotada numa escala de 6 pontos.

Por favor, leia cada pergunta cuidadosamente antes de responder.

Por exemplo: se escole 5 isso significa que a frase se aploca totalmente a nós.

0 = Discordo Totalmente
5 = Concordo Totalmente

Nenhuma resposta pode ficar por preencher.


Male Female
1. A minha relação com a cafeína é de tal forma intensa que não me sinto realmente eu se não a usar.
2.

É-me difícil rejeitar oportunidades para ter sexo ilícito ou casual.

3.

Por vezes sinto-me tão cansada de fazer exercício que tenho dificuldade em caminhar ou mesmo subir escadas.

4.

Qualquer que seja o meu estado de espírito é irrelevante para parar de beber álcool.

5.

Tenho tendência a olhar ou mesmo ficar, com posições de poder e influenciar para me sentir com poder sobre os outros.

6.

Prefiro fumar ao longo do dia do que apenas em momentos específicos.

7.

Descobri que o quanto eu posso ganhar ou perder em nada influencia a minha decisão de parar de jogar ou investir em negócios de risco.

8.

Sinto-me desconfortável quando vou as compras com outra pessoa, porque sinto que tenho de me restringir.

9.

Eu sentia muito prazer com as drogas.

10.

Por vezes penso na comida não como uma forma de satisfazer a minha fome mas como uma recompensa do meu stress diário.

11.

Tenho medo de ser visto ou de me tornar uma pessoa insensível se eu não mostrar a minha preocupação e a minha capacidade de tomar conta dos outros dia a dia.

12.

Já fiz trabalhos que não gostava, não porque necessitava mas antes para me manter ocupado.

13.

No restaurante ou mesmo em casa tento persuadir os outros a escolher pratos mesmo sabendo que se eu não os tivesse não os comeria.

14.

Por vezes tenho orgulho de mim mesmo porque sou um fardo para os outros.

15.

Tenho consciência que no momento em que tenho de tomar a minha medicação prescrita pelo médico sinto uma grande tensão.

16.

Por vezes, fico aborrecida quando alguém que me é próximo cuida de outra pessoa.

17.

Gosto muito de comprar coisas em saldo pois sei que acabo sempre por comprar mais do que preciso.

18.

Descobri que tomar uma bebida esporadicamente não me satisfaz, pois tenho vontade de beber mais.

19.

Prefiro fazer exercício sozinho do que com companhia.

20.

Outras pessoas expressaram grande preocupação em relação ao meu comportamento sexual.

21.

Tenho tendência a fumar porque me sinto confortável e com força, mesmo quando não quero.

22.

Prefiro beber café sozinho do que com companhia.

23.

Tenho tendência a usar comida como um conforto ou como algo que me fortalece mesmo quando não tenho fome.

24.

Sentia grande tensão e excitação quando sabia que ia ter oportunidade de consumir drogas.

25.

Por vezes faço tanto pelos outros que não deixo espaço para a minha vida pessoal.

26.

Tinha tendência para fazer horas extraordinárias e a trabalhar mais depressa que os meus colegas para que eles sentissem dificuldades em competir comigo.

27.

Só me senti realmente bem quando comecei a estar totalmente ao cuidado dos outros.

28.

Foi mais doloroso para mim deixar a cafeína do que os meus verdadeiros amigos.

29.

Mesmo em situações em que eu percebia que não me era útil exercer uma posição de poder ou influenciar algo, era-me difícil não exercer esse poder.

30.

Sinto orgulho na facilidade que eu tenho em encontrar alguém para ter relações sexuais e descobri que ter sexo com um estranho e estimulante.

31.

Com alguma regularidade roubei cafeína e ajudei outras pessoas a fazerem o mesmo, mesmo sabendo que tinha dinheiro para comprar a minha.

32.

Prefiro tomar conta dos outros sozinho do que estando numa equipa.

33.

Por vezes faço exercícios varias vezes ao dia.

34.

Quando estou a comer prefiro faze-lo na companhia de bons amigos ou alguns familiares porque assim sei que eles podem comer o que eu não quero.

35.

As outras pessoas já expressaram grande preocupação porque acham que eu não faço muitas coisas para o meu próprio prazer.

36.

Quando trabalho demais fico irritado e cansado, tornando-me provocador e também um pouco envergonhado.

37.

No dia seguinte a ter bebido, quando me tento lembrar do que fiz no dia anterior, antes de beber, vejo que tenho uma falha de memória, cerca de 10 minutos.

38.

Algumas pessoas têm expressado acerca de medicação que eu tomo.

39.

Tento evitar perturbar os outros.

40.

Tenho tendência a organizar o que os outros desarrumam, mesmo que eles não me peçam.

41.

Outras pessoas têm expressado repetidamente grande preocupação com alguns aspectos do meu uso.

42.

Por vezes, tomo mais medicação do que aquela que me foi prescrita.

43.

Por vezes bebo álcool, quer para me confortar quer para ter forca.

44.

Por vezes, o facto de estar cheio, é irrelevante para a decisão de parar de comer.

45.

Por vezes, dou aos outros sem olhar aos custos, mesmo que sejam bastante elevados.

46.

Descobri que acabar um projecto específico, é geralmente irrelevante no que toca à decisão de parar de trabalhar.

47.

Por vezes tenho medo de ficar com peso a mais ou então ficar irritado ou depressivo, se tentar deixar de fumar.

48.

Geralmente faço compras quer para me sentir confortável, quer para ter força, mesmo que não precise de nada.

49.

Por vezes, sinto-me vazio quando alguém que eu tenho ajudado fica melhor e também me sinto ressentido quando acho que já não precisam de mim.

50.

Por vezes aumento de peso, mesmo quando estou a tentar fazer dieta.

51.

Tenho tendência a engolir rapidamente a primeira bebida.

52.

Por vezes evito que os outros vejam a quantidade de cafeína que eu tomo.

53.

Tenho uma lista de tantas coisas que não posso comer, que sobra pouco para escolher.

54.

Tenho prazer de ficar encharcado em suor quando faço exercício.

55.

Algumas pessoas têm mostrado grande preocupação com os meus relacionamentos dependentes.

56.

Quando estou a trabalhar com os outros tento disfarçar a quantidade de tempo e esforço que coloco no meu trabalho.

57.

Várias vezes mastigo alguma coisa e depois deito fora.

58.

Tendo a permanecer leal e fiel na minha relação independentemente daquilo que a outra pessoa me possa fazer.

59.

Muitas vezes vou ás compras só para ver se encontro algo que preciso.

60.

Sinto grande tensão e excitação quando compro substancias com cafeína ou quando vejo anúncios sobre a mesma.

61.

Quando vou ás compras com familiares, amigos ou outras pessoas tento disfarçar o meu desejo de comprar várias coisas.

62.

Gosto de me sentir útil para com as outras pessoas, mesmo quando elas não apreciam.

63.

Tenho tendência a procurar alguém para estar perto de mim quando o meu namorado está longe, mesmo que seja por um curto período de tempo.

64.

Descobri que quando começo a fumar apercebo-me que um só cigarro não me satisfaz, só me da vontade de fumar mais.

65.

Por vezes tive necessidade de roubar ou enveredar por praticas ilegais para cobrir aquilo que perdi no jogo ou em negócios de risco.

66.

Por vezes quando uso substancias e fico alterado, dou por mim a querer usar mais.

67.

Por vezes guardo projectos para o caso de ter tempo livre, mesmo que sejam apenas alguns minutos.

68.

Por vezes sinto tensão e excitação quando me preparo para fazer exercício.

69.

Por vezes utilizo a minha negação e o cuidar dos outros quer para me confortar quer para me fortalecer.

70.

Por vezes agarro numa oportunidade para ter sexo, mesmo tendo acabado de ter sexo com outra pessoa.

71.

Algumas pessoas tem expressado grande preocupação em relação ao excesso de comida que eu como.

72.

Geralmente prefiro ter poder e influencia nas minhas relações em vez de mostrar a minha vulnerabilidade.

73.

Por vezes faço o trabalho dos outros e tomo responsabilidade por eles mesmo quando não há necessidade para o fazer.

74.

Tenho boa resistência ao álcool, de tal maneira que os outros ficam alcoolizados mais depressa do que eu.

75.

Geralmente depois de ter tido sexo com um parceiro, perco o interesse neste parceiro e procuro outro.

76.

Por vezes uso drogas quer para me confortar, quer para me fortalecer.

77.

É mais difícil para mim desistir de jogar ou de me envolver em negócios de risco do que desistir de uma amizade.

78.

Por vezes envolvo-me numa nova relação íntima, poucos dias ou semanas depois de ter desistido da anterior.

79.

Dou por mim a responder positivamente a um convite inesperado para fazer exercício, embora tivesse acabado de fazer.

80.

Geralmente compro tantas coisas (doces, coisas para a casa, artigos de mercearia, livros, etc.), que é preciso um mês para as gastar todas.

81.

Sou capaz de arriscar numa relação apenas se tiver alguém que tome conta de mim.

82.

Para mim é difícil deixar uma bebida a meio.

83.

Continuei a fumar quando estava com gripe ou mesmo quando estava com sérios problemas respiratórios.

84.

Prefiro comprar coisas a mais para ter em casa no caso de haver uma guerra ou uma catástrofe natural, em vez de não ter nada em stock.

85.

Normalmente prefiro comer sozinho do que com companhia.

86.

Tenho tendência a aceitar trabalho de alguém que me é próximo, mesmo quando ainda não acabei o que tenho para fazer.

87.

Sinto um grande entusiasmo quando encontro uma nova pessoa para satisfazer as minhas necessidades ou então uma nova maneira do meu companheiro satisfaze-las melhor.

88.

Tenho tendência a usar todas as drogas que tenho na minha posse de uma vez só, apesar de ter planeado usa-las em diferentes ocasiões.

89.

Algumas pessoas expressaram preocupação acerca da forma como eu jogo e acerca dos meus negócios de risco.

90.

Tenho tendência a assegurar-me que tenho sexo de uma forma ou de outra em vez de esperar pela minha parceira habitual no caso desta estar doente ou não querer.

91.

Tenho tendência a pensar que uma amizade só é verdadeira quando a outra pessoa cuida de nós.

92.

Se a minha medicação prescrita pelo médico estiver a ser muito controlada eu vou buscar outros medicamentos mesmo que já tenham expirado o prazo de validade.

93.

Tenho comprado coisas não tanto por necessidade mas antes como uma recompensa para mim mesmo pelo meu stress diário.

94.

Tenho aceite oportunidades de jogo ou negócios de risco, em vez de terminar um projecto ou uma sessão.

95.

Quando tenho a consciência que como demais sinto-me confiante mas ao mesmo tempo desapontado comigo mesmo.

96.

Tenho medo que a minha vida se desmorone ou que os outros tirem vantagem de mim se eu abdicar do poder ou influência que eu tenho ou tinha.

97.

Só me sinto realmente eu quando estou a fazer exercício.

98.

Procuro certificar-me que tenho drogas ou dinheiro para as comprar, antes de me concentrar noutras coisas.

99.

Outras pessoas comentam que podem somente tomar uma fração da quantidade de medicamento que eu tomo

100.

Gosto particularmente de comer vegetais, coisas salgadas ou amargas.

101.

Frequentemente procuro diminuir o poder ou a influência relativa ao cargo de uma pessoa, mesmo que essa pessoa tenha menos poder do que eu.

102.

Algumas pessoas têm expressado uma preocupação constante em relação ao tempo que eu passo a trabalhar.

103.

Sinto-me realmente eu apenas quando sirvo outra pessoa.

104.

Descobri que o uso de nicotina aumenta ou diminui quando eu deixo de beber ou usar drogas ou quando estou a fazer dieta.

105.

Tendo a fazer exercício quer para me confortar quer para me fortalecer, mesmo quando estou em boa forma e não preciso de fazer mais.

106.

Descobri que ter todo o poder e influencia que eu preciso para a minha vida pessoal e profissional, é irrelevante no que toca à decisão de procurar mais.

107.

Descobri que o uso de outros produtos com cafeína tende a aumentar quando deixo de usar o meu favorito.

108.

Tenho preferido jogar ou envolver-me em negócios de risco durante o dia, em vez de ser numa altura específica.

109.

Quando como acompanhado tendo a cronometrar o tempo que me leva a comer, para os outros não se aperceberem do quão pouco eu como.

110.

Tenho tido vários parceiros, ao longo da minha relação.

111.

Descobri que tendo a adoptar uma postura de auto-negação e de cuidar na maior parte das minhas relações.

112.

Descobri que a minha habitual dose de medicação prescrita já não é suficiente para controlar os meus sintomas.

113. Eu prefiro comer regularmente durante todo o dia melhor que deixo-me começar ter fome
114.

Já tive três ou mais parceiros sexuais, durante o mesmo período de tempo.

115.

Quando uso muita cafeína tendo a sentir-me auto-confiante e desapontado comigo mesmo.

116.

Na minha fase adulta, já vesti diferentes tamanhos de roupa.

117.

Geralmente dou conselhos as outras pessoas sobre como resolver os problemas delas, sem isso me ter sido pedido.

118.

Tenho tendência a usar uma posição de poder ou influenciar quer para me confortar quer para me fortalecer, independentemente dos problemas que possam estar a acontecer na minha vida e que precisem da minha atenção.

119.

Depois de uma refeição razoável tendo-me a sentir desapontado e zangado comigo próprio, bem como um tanto aliviado.

120.

Por vezes utilizo o jogo ou o negócio de risco, como uma forma quer de me confortar quer de me fortalecer, mesmo que não sinta vontade de jogar ou de arriscar mais.

121.

Continuo a tomar medicamentos prescritos porque descobri que me ajudam, mesmo sabendo que o problema que me levou a tomar esta medicação, já está resolvido.

122.

Geralmente tenho dificuldade em terminar uma conversa na qual estou a tentar ajudar.

123.

Só me sinto realmente bem a fazer compras e a gastar dinheiro.

124.

Por vezes fico irritado e impaciente quando algumas pessoas cuidam delas próprias em vez de mim.

125.

Se eu tivesse que deixar a minha medicação prescrita pelo médico, teria que encontrar uma alternativa, mesmo que não tivesse a certeza dos efeitos.

126.

Tenho aproveitado todas as oportunidades que surgem para ter poder e influencia.

127.

Geralmente fico acordado até tarde a conversar com pessoas, tentando ajuda-las.

128.

Já me envolvi em relações sexuais com alguém que eu não gostava.

129.

Geralmente faço exercício para me cansar bastante de forma a conseguir dormir.

130.

Numa relação sinto-me desconfortável enquanto não sou a parte dominante.

131.

Geralmente fumo um cigarro antes de entrar num local onde não é permitido fumar.

132.

Quando os meus cigarros acabam, aceito a oferta de qualquer marca de cigarro.

133.

Descobri que quando começo a trabalhar tenho dificuldade em parar e relaxar.

134.

Por vezes fico irritado e impaciente se as pessoas ficam a conversar mais de 10 minutos durante uma refeição e não me oferecem uma bebida.

135.

Aproveito qualquer oportunidade para jogar ou envolver-me em situações de risco.

136.

Por vezes bebo álcool antes de ir para um local onde possa não ter oportunidade de beber.

137.

Por vezes envolvo-me noutro tipo de jogo ou situação de risco em virtude da minha forma preferida não estar disponível.

138.

Estou consciente que uma vez que começo a comer determinadas comidas tenho dificuldade em parar.

139.

Por vezes fico irritado e impaciente nas horas das refeições, se alguém tenta convencer-me a comer alguma coisa.

140.

Geralmente bebo mais álcool do que queria.

141.

Por vezes fico irritado e impaciente se o meu fornecimento de droga se atrasa por mais de 10 minutos sem uma razão plausível.

142.

Por vezes como rapidamente ou deixo de comer de forma a poder beber cafeína.

143.

Depois de usar drogas apercebo-me que usaria mais se houvesse.

144.

Geralmente evito a hora das refeições dizendo que já comi quando isso não é verdade.

145.

Geralmente sou capaz de beber 20 copos de chá, café, Coca-Cola ou limonada ou mesmo comer 20 chocolates num dia.

146.

Por vezes fumo para me acalmar.

147.

Por vezes fico irritado e impaciente se há um intervalo de mais de 10 minutos numa situação de jogo.

148.

Tendo a mudar de parceiro quando o sexo se torna monótono.

149.

Geralmente ajudo alguém mais do que deveria.

150.

Por vezes sinto que controlo os meus sentimentos quando outras pessoas fazem o que eu lhes peco.

151.

Geralmente uso mais nicotina do que aquela que eu queria.

152.

Em certas alturas penso que consigo comer com as outras pessoas, contudo pareço não ser capaz de o fazer.

153.

Por vezes sinto-me irritado e impaciente se a minha medicação prescrita pelo médico se atrasa mais de 10 minutos.

154.

Por vezes, quando vou a algum sítio levo a roupa de desporto e o equipamento, no caso de ter oportunidade de fazer exercício.

155.

Sinto-me realmente bem quando estou a ajudar alguém a resolver problemas físicos, sociais ou emocionais.

156.

Geralmente vou ás compras para me acalmar.

157.

Geralmente apercebo-me que tomo mais medicação do que aquela que deveria.

158.

Sinto que controlo realmente os meus sentimentos quando faço trabalhos para outras pessoas.

159.

Por vezes uso drogas antes de sair uma vez que pode não haver oportunidade para usar mais tarde.

160.

Tendo a negligenciar outros aspectos da minha vida quando a minha posição de poder ou influência fica ameaçada.

O SPQ foi redesenhado e também foi dado um novo sistema de pontuação. Infelizmente, ele não está disponível em seu idioma ainda. Embora este teste ainda é útil, se você pode responder perguntas em inglês, recomendamos que você experimente a nossa versão em Inglês.